Horário de Atendimento: 8h às 17h

Em solenidade, Crea-GO premia projetos engajados na defesa do meio ambiente

     O Crea-GO realizou na noite de ontem (30/11), no Memoratto Eventos, a solenidade de entrega do 16º Prêmio Crea Goiás de Meio Ambiente. Na ocasião, os projetos vencedores em cada uma das cinco categorias em disputa – Biodiversidade, Elementos Naturais, Inovação Tecnológica, Sociedade Sustentável e Imprensa – foram agraciados com certificado e troféu. O evento, realizado com o patrocínio da Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea-GO – Mútua-GO e do Sicoob Engecred, ainda contou com uma menção honrosa e uma homenagem especial. Cerca de 341 pessoas prestigiaram a cerimônia que, neste ano, teve como tema “Água. A origem de tudo. Não deixe a vida secar.”

            Entre as autoridades, estiveram presentes o presidente da Saneago, Eng. Civ. Jalles Fontoura, representando o governador Marconi Perillo; o presidente da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA), Gilberto Marques Neto, que na ocasião representou o prefeito de Goiânia, Iris Rezende; o superintendente de Recursos Hídricos da Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima), Alexandre Kepler, representando o titular da Secretaria, Vilmar Rocha; e o vereador Eng. Eletric. Gustavo Cruvinel, representando a Câmara Municipal de Goiânia.

            Autoridades do Sistema Confea/Crea também marcaram presença no evento. Prestigiaram a premiação, entre outros, o diretor de Benefícios da Mútua Executiva, Eng. Civ. Jorge Roberto Silveira, representando o presidente nacional da Caixa, Eng. Civ. Paulo Roberto Guimarães; o diretor Administrativo da Mútua-GO, Tec. Ind. Gilson Mota; o diretor Financeiro da Mútua-GO, Eng. Eletric. Luiz Carlos de Oliveira; o presidente do Sicoob Engecred, Eng. Civ. Luiz Alberto Pereira; o presidente do Sindicato dos Engenheiros do Estado de Goiás (Senge-GO), Eng. Eletric. Gerson Tertuliano; o presidente do Crea-DF, Eng. Civ. e Seg. Trab. Flávio Correia; e o presidente em exercício do Crea-TO, Eng. Amb. Rafael Marcolino. Diretores e conselheiros do Crea-GO, além de representantes de diversas entidades de classe e outros órgãos de todo o Estado também estiveram presentes.

 

Durante a solenidade, os projetos vencedores em cada uma das cinco categorias em disputa foram agraciados com certificado e troféu
Durante a solenidade, os projetos vencedores em cada uma das cinco categorias em disputa foram agraciados com certificado e troféu

 

Homenagem – No início do evento, por decisão da Comissão de Desenvolvimento Sustentável do Crea-GO (Codesu), responsável pelo regulamento da premiação, foi realizada uma homenagem especial ao Eng. Eletric. Euler Bueno, ex-conselheiro do Crea-GO, que desenvolveu, nas dependências do Conselho, o projeto “Controle e Uso Racional da Água e Energia no Crea-GO” (Curae Crea-GO), implantado desde janeiro de 2015. A homenagem foi feita pelo coordenador da Codesu, Eng. Civ. Marco Antônio Ribeiro.

            Em sua fala, o coordenador agradeceu a presença de todos e pediu que “pessoas, organizações e empresas, no seu dia a dia, continuem sempre atuando com esse viés de sustentabilidade e respeito ao meio ambiente”. O engenheiro continuou: “a Terra é a nossa única casa. A abordagem da sustentabilidade e respeito ao meio ambiente sob esse prisma não é apenas uma resposta politicamente correta, mas é a única possível. Nesse aspecto, eventos como o Prêmio Crea Goiás de Meio Ambiente são fundamentais para a motivação e mudança de atitude necessárias”.

            Marco Antônio prosseguiu com a homenagem: “No Crea-GO, santo de casa faz milagre, e hoje eu tenho a missão de prestar essa justa homenagem a um profissional exemplar, com uma carreira ilibada. Esse profissional, engenheiro eletricista, mestre, organizador de várias pesquisas para o crescimento da nossa engenharia. Tantos títulos possíveis, mas eu gostaria de usar o título que considero o mais nobre de todos: Professor Euler Bueno”. Em seguida, o conselheiro explicou o funcionamento do projeto Curae Crea-GO, que reutiliza a água proveniente dos aparelhos de ar condicionado da sede do Regional na limpeza de suas dependências.

            Emocionado, Euler Bueno procedeu ao agradecimento. “Agradeço a todos que, direta ou indiretamente, contribuíram para a implantação desse trabalho. Gostaria, também, de compartilhar com todos, essa homenagem que acabo de receber. Muito obrigado!”

 

Marco Antônio Ribeiro (E) entrega certificado durante homenagem especial ao ex-conselheiro do Crea-GO, Euler Bueno (D)
Marco Antônio Ribeiro (E) entrega certificado durante homenagem especial ao ex-conselheiro do Crea-GO, Euler Bueno (D)

 

Menção honrosa – Logo em seguida, sob indicação de membros do Conselho e avaliação da Codesu, foi concedida uma menção honrosa ao delegado Luziano Severino de Carvalho, da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema), por sua contribuição efetiva para o desenvolvimento sustentável do Estado de Goiás, principalmente com seu trabalho laborioso de proteção de mananciais. O certificado de menção honrosa foi entregue pelo presidente em exercício do Crea-GO, Geol. Wanderlino Teixeira de Carvalho.

            Em seu agradecimento, o delegado afirmou que sua primeira ação, quando assumiu a Dema, em 1999, foi o Programa Nascentes, que já naquele ano recuperou três nascente da Bacia do Meia Ponte. “Nossa primeira visita foi ao Crea-GO, onde buscamos orientação. Tenho que agradecer ao Crea duas vezes: por ter participado desse nosso esforço e, hoje, por esta homenagem. Foi tudo muito natural, mas com muita luta”, destacou Luziano.

 

Certificado de menção honrosa é entregue pelo presidente em exercício do Crea-GO, Wanderlino Teixeira de Carvalho (D) ao delegado Luziano Severino de Carvalho, da Dema (E)
Certificado de menção honrosa é entregue pelo presidente em exercício do Crea-GO, Wanderlino Teixeira de Carvalho (D) ao delegado Luziano Severino de Carvalho, da Dema (E)

 

Projetos premiados – Após as homenagens, os cinco projetos vencedores, entre os 15 finalistas de um total de 95 inscritos na 16º edição do Prêmio Crea Goiás de Meio Ambiente foram revelados. Na modalidade Imprensa, os premiados da noite foram Wesley Martins e Saulo Dallago, responsáveis pela matéria jornalística O Herói do Lixo, publicada no Vimeo e Fasthome. Os vencedores receberam o troféu do presidente do Sicoob Engecred, Eng. Civ. Luis Alberto Pereira. Em seu agradecimento, Wesley destacou que a ideia para o material partiu de uma simples conversa. “Pensamos nas pessoas que estavam nos lixões e perderiam seus locais de trabalho devido à reestruturação da coleta de lixo”, frisou, agradecendo a todos os envolvidos na realização do trabalho, que, de acordo com o premiado, o fizeram de maneira voluntária.

            Em seguida, o diretor de Benefícios da Mútua Executiva, Eng. Civ. Jorge Silveira, entregou o troféu da modalidade Biodiversidade aos responsáveis pelo projeto Recuperação Florestal em Áreas de Nascentes e/ou Áreas que Margeiam os Corpos d’Água na Bacia Hidrográfica de Contribuição ao Abastecimento Público de Goiânia-GO – Rio Meia Ponte. Subiram ao palco para receber o prêmio, o presidente da Saneago, Jalles Fontoura; Fernando Costa Junqueira, Wanir José Medeiros, Hugo Roberto, Patrícia Pimentel, Elen Carla, Odair Portes, Jaqueline Rocha, Taís Borges, Maria Alcione e Mariuza Aparecida.

            Ao agradecer, o presidente da Saneago cumprimentou a toda a equipe que participou do projeto “que trabalha o rio mais poluído e, talvez, o mais importante, ligado à origem de Goiânia. Esse prêmio faz referência a um projeto caríssimo, do ponto de vista da vontade, da participação e da importância de fazermos com que os anos vindouros garantam para Goiânia a água que precisamos”.

            O presidente da AMMA, Gilberto Marques Neto foi o responsável por revelar o projeto vencedor na modalidade Inovação Tecnológica: Robôs de Inspeção para Prevenção de Tubulações de Saneamento, desenvolvido por RYD Engenharia e SATOSAN Engenharia e Tecnologia. Os engenheiros Rauhe Abdulhamid, Danilo Silveira Pinto e Yi Lun Lu subiram ao palco para receber o troféu e o certificado e, em seu agradecimento, Rauhe frisou que “muito se fala em inovação em nosso Estado, mas pouco se cria e muito se repete, infelizmente. E a nossa empresa veio para quebrar esse paradigma. Agradeço muito ao Crea e fico muito feliz por esse prêmio”.

            O prêmio da modalidade Elementos Naturais foi entregue pelo presidente do Crea-DF, Eng. Civ. e Seg. Trab. Flávio Correia. O projeto vencedor na categoria foi o Córrego Cafungadinha de Recuperação Ambiental, desenvolvido por Fábio de Paula Santos, proprietário da Fazenda Acácia. Em seu agradecimento, Fábio, que subiu ao palco acompanhado das filhas Elena e Ester, e da mãe, Eusa Abadia dos Santos, destacou ficar emocionado com o reconhecimento de engenheiros, que, segundo ele, “é o reconhecimento que dá validação técnica ao que foi realizado. Nós quisemos adequar nossa propriedade ao mínimo que determina a lei, que a preservação dos mananciais e os 20% de reserva legal, mas o resultado foi espetacular”.

            Por fim, foi revelado o projeto vencedor na modalidade Sociedade Sustentável. Na ocasião, o presidente do Senge-GO, Gerson Tertuliano, entregou troféu e certificado aos responsáveis pelo projeto Escola Resíduo Zero Goiânia, Eng. Civ. e Seg. Trab. Diógenes Aires de Melo; biólogo Giovane Moraes Toledo; e Eng. Amb. Camila Batista do Carmo, da Sociedade Resíduo Zero e Sociedade de Integração e Ação Comunitária Vida Melhor. Ao agradecer, Diógenes destacou que “ser vencedor do Prêmio Crea de Meio Ambiente pela segunda vez confirma que estamos no caminho certo. O primeiro projeto foi aplicado em residências e teve um caráter facilitador, e o Prêmio Crea de 2016 nos motivou a continuar a caminhada, semeando, agora, em um dos seguimentos mais importantes de nossa sociedade: as escolas. E o projeto Escola Resíduo Zero tem esse caráter multiplicador”.

Já Giovane explicou que o projeto mostra “como é possível conciliar as práticas pedagógicas com práticas cotidianas, na busca de soluções presentes no dia a dia da comunidade, e não em bases teóricas complicadas, distantes e não aplicáveis”.

             A solenidade de entrega do 16º Prêmio Crea Goiás de Meio Ambiente foi encerrada com o discurso do presidente em exercício do Conselho, Geol. Wanderlino Teixeira. Em sua fala, o geólogo destacou que com o tema Água, o Crea buscou “fazer um alerta sobre a necessidade urgente de conscientização de todos e ações efetivas dos gestores públicos, de forma a conservar e recuperar a água de nossos mananciais, rios, lagos, aquíferos etc., para que esse recurso não nos falte no futuro”.

            O presidente em exercício também frisou que a realização do Prêmio Crea Goiás de Meio Ambiente, “é uma forma de contribuir com ações que ajudem a mudar a realidade do nosso Estado. E, quem sabe, os projetos vencedores desta noite possam ser aplicados em várias regiões do Brasil, transformando vidas e ajudando a construir um futuro mais sustentável para todos.

Sopre o prêmio – Em 16 anos de história, o Prêmio de Meio Ambiente recebeu a inscrição de 1078 projetos, dos quais 125 foram premiados e outros 27 dignos de menção honrosa. Ao todo, 304 profissionais especializados participaram das Comissões Julgadoras, responsáveis pelas avaliações dos trabalhos. A Comissão Julgadora da 16ª edição é composta por nove profissionais de conduta ilibada: professor Paulo de Marco Júnior, professor Altair Sales Barbosa, professor Antônio Pasqualetto, promotor Juliano de Barros Araújo, engenheiro Civil Dolzonan da Cunha Mattos, engenheiro Civil Wolney Unes, biólogo Marcelo Lessa, advogada Carolina Alves Luis Pereira e o engenheiro Agrônomo Henrique Luiz Araújo.

 

Wanderlino Teixeira encerra o evento alertando sobre a necessidade de conscientização e de ações para conservar e recuperar a água de mananciais, rios e lagos
Wanderlino Teixeira encerra o evento alertando sobre a necessidade de conscientização e de ações para conservar e recuperar a água de mananciais, rios e lagos

 

DEPOIMENTOS:

 

 

“Essa premiação é de suma importância, uma vez que estamos tratando do futuro do planeta. Eventos como este só contribuem com soluções para nossos problemas, pois tudo o que se refere ao sistema ecológico e à sustentabilidade é a meta que devemos alcançar, porque o futuro depende do que estamos fazendo agora, com a Terra.” (Eng. Civ. Jorge Roberto Silveira, diretor de Benefícios da Mútua Executiva)

 

 

 

 

 

 

 “O cooperativismo tem, entre seus princípios, apoiar ações de interesse à comunidade, e esse Prêmio tem esse viés importante. Temos que apoiar, sempre, ações em prol do meio ambiente, que é o tema mais importante da atualidade, superando temas ligados à economia e estando incluído nos temas sociais.” (Eng. Civ. Luis Alberto Pereira, presidente do Sicoob Engecred)

 

 

 

 

 

 

 

 

“Esse evento é um trabalho que vem sendo realizado pelo Crea já há 16 anos e busca, cada vez mais, a conscientização acerca da preservação do meio ambiente. Hoje, observamos uma grande preocupação com uma crise hídrica, neste ano. Então, um evento que buscar despertar a consciência do ser humano para que busque, cada vez mais, viver em harmonia com a natureza, é muito importante.” (Tec. Ind. Gilson Mota, diretor Administrativo da Mútua-GO)

 

 

 

 

 

 

 

“Já participei de diversas edições do Prêmio e o acho maravilhoso. É um evento que deveria ser estendido para todos os Creas do Brasil. Pegar as empresas, profissionais e toda a comunidade e premiá-los por suas ações em prol do meio ambiente só dá incentivo e faz com que haja cada vez mais preocupação com o meio ambiente.”  (Eng. Civ. e Seg. Trab. Flávio Correia, presidente do Crea-DF)

 

 

 

 

 

 

 

“É uma iniciativa muito interessante do Crea-GO. É uma valorização dos profissionais envolvidos com a questão da sustentabilidade e a preservação do meio ambiente. Parabenizo o Crea-GO por essa importante iniciativa que vem se mantendo há mais de 15 anos.” (Eng. Amb. Rafael Marcolino, presidente em exercício do Crea-TO)

 

 

 

 

 

 

 

 

“Este evento é muito importante para o meio ambiente, pois aqui homenageamos aqueles que desenvolvem projetos para corrigir as questões ambientais em todo o Estado. E o tema deste ano é especialmente importante face à grave crise hídrica que temos enfrentado. Aqui, são criadas práticas de sustentabilidade para que possamos preservar o meio ambiente.” (Gilberto Marques Neto, presidente da AMMA)

 

 

 

 

 

 

 

 

“Nós vemos, a cada ano, o interesse na premiação melhorar. E esta é uma oportunidade de se discutir e ter ideias do que as pessoas estão fazendo pelo meio ambiente no Estado de Goiás. O Crea está de parabéns pela iniciativa, e o Senge apoia plenamente o evento, que deve continuar crescendo.” (Eng. Eletric. Gerson Tertuliano, presidente do Senge-GO)

 

 

 

 

 

 

 

“A premiação é importante por reconhecer e divulgar programas que realmente visam à sustentabilidade e preservação do meio ambiente. Isso é fundamental. Passamos por um grave problema hídrico em nosso estado e, se nós não conseguirmos conscientizar nossa população, esse problema só se agravará. Aqui, podemos mostrar a importância de se preservar o meio ambiente.” (Eng. Eletric. Gustavo Cruvinel, vereador representante da Câmara Municipal de Goiânia)

 

 

 

 

 

Baixe nossos Aplicativos 

   



 

Redes Sociais