Horário de Atendimento: 8h às 17h

Em setembro, Livro de Ordem se torna obrigatório para novas atividades

A partir do dia 1º de setembro, o Livro de Ordem eletrônico do Crea-GO se tornará obrigatório para novas atividades: estudos, laudos e projetos ambientais, bem como os orçamentos de obras públicas. O Livro de Ordem atende à Resolução nº 1094/2017 do Confea e tem como seu principal objetivo contribuir para a valorização profissional.

A não adoção do documento nos casos obrigatórios é impeditiva para emissão de Certidão de Acervo Técnico (CAT), nos termos previstos na Resolução nº 1.094/2017 do Federal, que trata da adoção do Livro de Ordem de obras e serviços das profissões abrangidas pelo Sistema Confea/Crea, e pode ser considerada indício de acobertamento profissional.

Sobre o Livro de Ordem – Disponível para todos os profissionais com registro regular no Conselho desde 31 de julho de 2018, o documento também tem entre seus principais objetivos garantir a real participação dos profissionais nas atividades da área tecnológica, funcionando como uma espécie de atestado do bom serviço prestado.

O Livro de Ordem eletrônico do Crea-GO resguarda os profissionais em relação às suas orientações técnicas aos serviços realizados por terceiros e qualquer tipo de intercorrência ou acidente que possa acontecer no serviço ou atividade desenvolvidos.

O Livro de Ordem é vinculado às Anotações de Responsabilidade Técnica (ARTs). O preenchimento do documento é realizado por meio do sistema de ARTs do Crea-GO e pode ser feito inclusive via app “Crea Mais Fácil”. Instruções para o preenchimento do documento e os serviços e atividades para os quais o Livro de Ordem é obrigatório estão disponíveis aqui.

Baixe nossos Aplicativos 

   



 

Redes Sociais