Horário de Atendimento: 8h às 17h

Coordenadores de Comissões de Ética buscam padronizar procedimentos durante o SNEP 2019

Nos dias 10 e 11 de setembro, a sede do Confea, em Brasília, recebe cerca de 60 conselheiros regionais e funcionários dos Creas, a fim de nivelar entendimentos quanto à condução dos processos ético-disciplinares. Trata-se do Seminário Nacional de Ética Profissional (SNEP), evento proposto pela Coordenadoria Nacional de Comissões de Ética (CNCE) dos Creas, e aprovado pelo Plenário do Conselho Federal em julho passado.

Pelo Crea-GO, participam do Seminário o coordenador da Comissão de Ética Profissional (CEP), Eng. Mec. Paulo Roberto Viana; a líder da Área de Análise de Conduta e Infração, Eng. Civ. Letícia Dafico; e as assessoras Rubia Tavares e Andréa de Oliveira.

Para a coordenadora da CNCE, Eng. Civ. Flávia Roxin, o evento se diferencia justamente por envolver os assessores técnicos das comissões. “É quando os funcionários nos passam suas dificuldades e temos mais contato com o a realidade dos regionais”, comentou.

O principal intuito do evento é melhorar a padronização e a celeridade dos procedimentos de análise dos processos éticos e esclarecer disposições do anexo da Resolução nº 1.004/2003 (que regulamenta a condução do processo ético-disciplinar) e da Decisão Normativa nº 94/2012, que aprovou o Manual de Procedimentos para a Condução dos Processos de Ética Profissional.

O conselheiro federal por Goiás Eng. Agr. Annibal Margon, coordenador da Comissão de Ética e Exercício Profissional (CEEP) do Confea explica: "A principal razão e importância do Seminário será dar um contorno sólido nos entendimentos extraídos da legislação que regula o exercício da ética profissional da Engenharia". 

Na programação, estão previstos debates que abordarão desde prazos e datas de denúncia e de decisões a meios de comunicação eficazes para que a divulgação da censura pública atinja o efeito desejado. A coordenadora da CNCE destaca, ainda, a participação do secretário de Controle Externo do Trabalho e Entidades Paraestatais do Tribunal de Contas da União (TCU), Márcio Albuquerque.

“Queremos entender a visão deles quanto à aplicação da legislação do Sistema Confea/Crea”, afirma Roxin. Para o conselheiro Margon, a programação está adequada e abrangente. “Espero que tenhamos resultado bastante efetivo”, conclui. (Com informações da Equipe de Comunicação do Confea)

 

À mesa condutora dos trabalhos do primeiro dia de Seminário, o Eng. Agric. Valmor Pietsch, coordenador do Colégio de Entidades Nacionais (Cden) (E); Eng. Civ. Flávia Roxin coordenadora da CNCE; o Eng. Agr. João Bosco, conselheiro federal, representando o presidente do Confea, Eng. Civ. Joel Krüger; Eng. Civ. Fátima Có, presidente do Crea-DF, representando o Colégio de Presidentes de Creas; e Eng. Civ. Jorge Silveira (D), representando a Mútua
À mesa condutora dos trabalhos do primeiro dia de Seminário, o Eng. Agric. Valmor Pietsch, coordenador do Colégio de Entidades Nacionais (Cden) (E); Eng. Civ. Flávia Roxin coordenadora da CNCE; o Eng. Agr. João Bosco, conselheiro federal, representando o presidente do Confea, Eng. Civ. Joel Krüger; Eng. Civ. Fátima Có, presidente do Crea-DF, representando o Colégio de Presidentes de Creas; e Eng. Civ. Jorge Silveira (D), representando a Mútua

Baixe nossos Aplicativos 

   



 

Redes Sociais